descricao

PRIMAVERA NOS DENTES FAZ SHOW NO SESC POMPEIA DIAS 22 E 23/3
 

Grupo formado por Charles Gavin, Paulo Rafael, Duda Brack, Felipe Ventura

e Pedro Coelho toca canções da carreira do Secos & Molhados

 

O repertório do lendário grupo Secos & Molhados, que agitou a cena musical brasileira nos anos 1970, ganha releitura em shows no Sesc Pompeia. O coletivo formado por Duda Brack (vocal), Charles Gavin (bateria), Paulo Rafael (guitarra), Felipe Pacheco Ventura (violino e guitarra) e Pedro Coelho (baixo) faz dois dias de show no teatro da unidade, nos dias 22 e 23 de março, quinta e sexta-feira, às 21h.

O espetáculo não apenas apresenta as canções que foram gravadas no disco “Primavera nos Dentes” (nome de uma das músicas dos Secos & Molhados), lançado em formato digital em 2017, como também outras que não foram registradas ainda, caso das clássicas “Assim Assado”, “Prece Cósmica” e “Mulher Barriguda”, entre outras.

O grupo faz uma releitura das músicas para o que eles chamam de "o clássico dos clássicos" do cancioneiro pop setentista: o repertório que foi gravado nos dois álbuns dos Secos & Molhados, lançados em 1973 e 1974, que tinha em sua formação Ney Matogrosso, João Ricardo e Gerson Conrad.

A ideia inicial, em 2016, era sair tocando, de primeira, aquelas canções, com seus arranjos originais, sem preocupações e reflexões estéticas para simplesmente colocá-las no palco o mais rápido possível. “Mas logo percebemos que, sem querer, havíamos formado um coletivo autoral”, diz Gavin.

A primeira pessoa com quem Gavin conversou sobre o projeto foi Paulo Rafael, integrante do grupo recifense Ave Sangria e que, há mais quatro décadas, faz a direção musical da banda de Alceu Valença. Na sequência, chegou a cantora gaúcha Duda Brack, indicada pelo preparador vocal Felipe Abreu. Algumas semanas depois, Paulo Rafael trouxe Pedro Coelho, baixista da banda de “Cassia Eller, O musical”. Por fim, Duda os apresentou a Felipe Ventura, violinista e guitarrista do sexteto Baleia, destaque da cena independente do rock carioca.

Após a formação, o grupo trabalhou no home studio de Charles por mais de um ano, selecionando o repertório, fazendo ‘demotapes’ e investindo nas releituras das canções. Então, Rafael Ramos, diretor artístico da Deckdisc, soube do projeto e pediu para ouvir essas gravações - daí surgiu o convite para o Primavera nos Dentes registrar o trabalho em disco.

 

SERVIÇO:

Primavera Nos Dentes
Com Duda Brack, Charles Gavin, Paulo Rafael, Felipe Ventura e Pedro Coelho
22 e 23 de março, quinta e sexta-feira, às 21h
Local: Teatro*
Ingressos:
R$ 9,00 (credencial plena/trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$ 15,00 (pessoas com +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$ 30,00 (inteira).

Venda online a partir de 13 de março, terça-feira, às 12h.
Venda presencial nas unidades do Sesc SP a partir de 14 de março, quarta-feira, às 17h30.

*O Teatro do Sesc Pompeia possui duas plateias (lados par e ímpar) e galerias superiores não numeradas. Por motivo de segurança, não é permitida a permanência nas galerias, de menores de 12 anos, mesmo acompanhados dos pais ou responsáveis

 

Classificação indicativa: Não recomendado para menores de 12 anos.

Sesc Pompeia – Rua Clélia, 93.
Não temos estacionamento. Para informações sobre outras programações, acesse o portal sescsp.org.br/pompeia

Nos acompanhe!
instagram.com/sescpompeia
facebook.com/sescpompeia
twitter.com/sescpompeia

Para credenciamento, encaminhe pedidos para imprensa@pompeia.sescsp.org.br

 

Assessoria de Imprensa
Com Canal Aberto
Márcia Marques | Carol Zeferino | Daniele Valério
Contatos: (11) 2914 0770 | 9 9126 0425
marcia@canalaberto.com.br | carol@canalaberto.com.br | daniele@canalaberto.com.br
 

Assessoria de Imprensa Sesc Pompeia:
Fernanda Porta Nova e Guilherme Barreto
Estagiária: Camila Cetrone
Coordenador de comunicação: Igor Cruz

Telefone: (11) 3871-7720 / 7776
imprensa@pompeia.sescsp.org.br

 

SOBRE OS INTEGRANTES

CHARLES GAVIN | bateria

Charles Gavin é paulistano e tem 57 anos. Bastante conhecido por integrar a banda Titãs, com a qual gravou, entre 1985 e 2010, dezesseis álbuns e cinco dvds, Gavin se destacou, paralelamente aos palcos, na produção do relançamento de mais de quinhentos discos emblemáticos da música brasileira que, há décadas, estavam ausentes nos catálogo das gravadoras. Obras de Hermeto Pascoal, Toninho Horta, Paulinho da Viola, Nelson Cavaquinho, Novos Baianos, Lô Borges e Secos & Molhados, são apenas algumas que voltaram a circular no mercado. Também idealizou e produziu as edições dos livros “Bossa Nova E Outras Bossas -A Arte E O Design Dos LPs” (2005) e “300 Discos Importantes da Música Brasileira” (2008), com textos dos jornalistas Tarik de Souza, Carlos Calado e Arthur Dapieve. Desde 2006 Charles Gavin vem realizando projetos para a TV -produziu e dirigiu os dvds de Tom Zé (O Pirulito da Ciência / Biscoito Fino -Canal Brasil, 2010) e Marcos Valle & Stacey Kent (Live at Birdland -New York City / Sony Music-Canal Brasil, 2016); apresentou e dirigiu (com Paola Vieira) a minissérie Brasil Adentro em duas temporadas: Música do Pará e Música de Pernambuco. Atualmente apresenta e dirige (com Gabriela Gastal) o programa O Som Do Vinil, exibido semanalmente pelo Canal Brasil desde 2006.

PAULO RAFAEL | guitarra

Paulo Rafael é pernambucano (Caruaru) e tem 62 anos. Iniciou sua carreira artística nos anos 1970, em Recife, como um dos integrantes da banda Ave Sangria, que produzia rock com raízes nordestinas. Em 1975, participou da apresentação de Vou danado pra Catende, de Alceu Valença no FestivalAbertura (TV Globo). Desde então integra a banda do cantor e compositor, além de atuar como seu diretor musical. Colaborou, como instrumentista, em discos de Zé Ramalho, Geraldo Azevedo, Elba Ramalho, Lobão, Kleiton & Kledir, Marina Lima e MPB-4, entre outros. Escreveu o arranjo da faixa Vaca profana, de Caetano Veloso, gravação de Gal Costa. Como produtor musical, foi responsável pelos discos Geraldo Azevedo, ao vivo, Geraldo Azevedo, ao vivo -vol. 2 e Futuramérica, de Geraldo Azevedo, e Cavalo-de-pau, Anjo avesso e Estação da luz, Rubi, Mágico (gravado na Holanda) e Andar, andar, de Alceu Valença.

DUDA BRACK | vocal

Duda Brack é gaúcha e tem 23 anos. Desde o lançamento de É, seu primeiro disco, tem sido apontada como uma das grandes vozes a emergir na cena musical contemporânea, e seu trabalho tem sido aclamado pela crítica e pelo público. Após rodar o Brasil com a turnê “É”, a artista atualmente está se preparando para o lançamento de Primavera nos Dentes e iniciando a pré-produção de seu próximo álbum solo.

FELIPE VENTURA | violino e guitarra

Felipe Pacheco Ventura é carioca e tem 28 anos. Arranjador, multi-instrumentista iniciou seus estudos aos 12 anos nos Estados Unidos.Atualmente Felipe integra as bandas Baleia e Xóõ e também acompanha os artistas Cícero e Vítor Araújo.PEDRO COELHO | baixoPedro Coelho é carioca e tem 31 anos. É um artista com potencial de transitar entre diferentes áreas: músico, circense,bailarino e ator, também é integrante da performática banda Dona Joana e do Lomiranda Eletro Trio, banda que acompanha o tecladista Márcio Lomiranda. Já acompanhou como baixista a banda Moinho e atualmente integra a banda do espetáculo Cássia Eller -o Musical.

PEDRO COELHO | baixo

Pedro Coelho é carioca e tem 31 anos. É um artista com potencial de transitar entre diferentes áreas: músico, circense,bailarino e ator, também é integrante da performática banda Dona Joana e do Lomiranda Eletro Trio, banda que acompanha o tecladista Márcio Lomiranda. Já acompanhou como baixista a banda Moinho e atualmente integra a banda do espetáculo Cássia Eller -o Musical.

Compartilhar :